O uso liberado de dispositivos eletrônicos e alunos indisciplinados - ZOOM Education

O uso liberado de dispositivos eletrônicos e alunos indisciplinados

Tablets, celulares, computadores e outros dispositivos eletrônicos são ótimos aliados na hora do aprendizado, mas também podem ser oportunidades de distração e até mesmo de indisciplina aos alunos.
Essa questão sempre é levantada quando se fala na liberação desses aparelhos dentro das salas de aula. O receio da maioria dos educadores é de que o uso se torne excessivo e atrapalhe o desenvolvimento da aula e comprometa o aprendizado dos estudantes.
É preciso entender que as tecnologias já pertencem à educação e os professores precisam lidar da melhor maneira com elas, direcionando os alunos ao seu uso consciente.
Aqui vão cinco dicas para te ajudar a alcançar esse objetivo:
Uso pedagógico.
Deixe claro sobre a importância do uso consciente da tecnologia e do objetivo de seu uso naquela atividade.
Faça combinados com a turma.
Ao invés de impor uma regra para o uso da tecnologia, faça um combinado com seus alunos que faça sentido a eles. Isso permite que o controle seja feito entre os próprios colegas.
Não generalize.
Em cada etapa da escola, a experiência de formação acontece de formas diferentes. Por isso, evite criar regras de uso para a escola inteira, cada série possui sua particularidade.
Discuta a Internet.
A navegação sem controle oferece riscos além da distração em sala de aula. A Internet apresenta alguns perigos e eles precisam ser discutidos, como o cyberbullying, o sexting, o plágio e outras violências virtuais.
Capacite os professores.
Os alunos geralmente têm mais domínio dos dispositivos eletrônicos e da internet, pois já nasceram em uma geração virtual. A formação dos professores que trabalham com tecnologia é importante para que eles tenham mais confiança, autonomia e controle sobre o dispositivo e sobre o que acontece em sala de aula.

Por: ZOOM education for life