Marketing Educacional: por onde e como começar - ZOOM Education

Marketing Educacional: por onde e como começar

Powered by Rock Convert

Aplicar o marketing educacional no planejamento de prospecção de alunos é uma boa estratégia para escolas, universidades e outras instituições de ensino, como as de cursos livres, porque, além de propiciar aquisição de novos clientes, é uma técnica que fortalece o posicionamento da entidade, aumenta o conhecimento sobre a marca desse local e cria relacionamento com aqueles que já são matriculados.

O inbound marketing educacional é uma das principais formas de executar sua estratégia nos meios digitais e pode garantir que o planejamento de comunicação e promoção da instituição de ensino se destaque ainda mais e atinja esses objetivos, principalmente porque muitas pessoas estão conectadas à internet atualmente no Brasil.

Neste artigo, você irá entender o que é o marketing educacional, quais os benefícios de criar uma estratégia bem elaborada para um colégio, uma faculdade ou escola de cursos livres e aprender dicas valiosas para definir o plano de marketing educacional e como colocá-lo em prática na sua empresa.

O que é marketing educacional?

É um conjunto multidisciplinar de práticas de comunicação para planejar e monitorar a promoção de uma entidade de ensino, com o objetivo de gerar resultados para a escola, faculdade ou outra instituição de ensino.

Que resultados são esses?

No geral, o que as redes de ensino mais buscam é a captação de novos alunos.  

Com o avanço das tecnologias, novos procedimentos foram desenvolvidos nessa área. E, para atingir o público que consome informação pela internet e pelas redes sociais, as empresas precisaram se adaptar também.

Por isso, é importante que, junto às técnicas tradicionais, sejam utilizadas também as ferramentas do marketing digital, que atraem os clientes certos para a escola, universidade ou curso, por meio de conteúdos que têm como propósito educar o público, ajudar a resolver algum problema, esclarecer dúvidas.

Vantagens do marketing educacional

Ainda que uma escola já possua um site, conta nas redes sociais ou um blog, muitas vezes o que pode acontecer é esses veículos estarem totalmente desalinhados entre si. Ou, ainda, muitas vezes a instituição só publica conteúdos que abordam apenas os serviços da empresa, como em uma publicidade tradicional.

Uma das grandes vantagens do marketing educacional é justamente organizar todos esses processos para que tenham uma uniformidade no que se comunica.

Mostrar o que a instituição oferece não está errado, porém, com as mudanças promovidas na maneira como se consome conteúdos das marcas, é preciso também disponibilizar outras informações que sejam de valor para o seu público para atrair o interesse para a sua escola.

Com a implementação dessas estratégias, existem muitos benefícios que tornam a divulgação da sua instituição de ensino mais assertiva. Os três principais são:

  1. Baixo Custo

    Diferentemente dos espaços nos meios de comunicação tradicional, em que os preços para divulgar uma marca são enormes, para alavancar a empresa nas redes sociais o custo é baixo e pode ser gerenciado de acordo com cada planejamento. Além disso, há a possibilidade de se destacar por meio de alcance orgânico, ou seja, sem precisar investir em anúncios.

    Além de ser uma estratégia de baixo custo, também pode gerar um retorno sobre investimento (também conhecido como ROI) bem alto para planejamentos bem elaborados e executados.

  2. Mensuração de dados

    Poder analisar os dados da ação desenvolvida é outra vantagem do inbound marketing educacional. Você pode saber exatamente para quantas pessoas a sua comunicação foi entregue; se elas são as consumidoras certas; das que foram impactadas, quantas visitaram seu site, quantas demonstraram interesse em realizar matrícula; entre outras informações que auxiliem a revisar os pontos de acerto e os de melhoria na estratégia – o que é mais difícil identificar com um outdoor, por exemplo.

  3. Objetividade

    Outro benefício é que, por possibilitar segmentação de público, mensuração dos resultados e por ser uma estratégia focada em dados, seu planejamento terá uma objetividade maior para planejar as ações e campanhas.

Por onde e como começar no marketing educacional? 

Para ser encontrado, basta estar na internet? Não! É necessário ter um planejamento bem estruturado, com objetivos claros para nortear as ações de comunicação e com todos os meios alinhados.

Mas, por onde começar? 

  1. Entenda o funil de vendas

    O funil de vendas é uma ferramenta do marketing que tem o objetivo de ajudar a identificar a jornada que o aluno ou os pais percorrem até chegar à sua instituição. Ele se divide em três etapas: 

    • Topo 
    • Meio
    • Fundo
  2. Defina a persona

    A persona é a representação do seu cliente ideal. Por meio de pesquisas e dados reais, é definido um perfil – isso mesmo, com nome, cara e endereço – para encontrar dentro do seu público quem é o aluno ou pai que a escola quer conquistar.

    A principal diferença entre público e persona é que, enquanto o primeiro é amplo, a segunda é mais detalhada e bem específica. Isso é importante porque ajuda a descobrir que dores essa pessoa tem, como sua instituição pode beneficiá-la e sua estratégia será mais objetiva.

  3. Tenha um blog empresarial

    Se sua escola, faculdade ou curso não tem um blog ainda, veja três motivos para criar um já:

    • O blog empresarial é um dos principais meios para divulgar conteúdo de valor na internet;
    • Traz tráfego para o site;
    • Ajuda a converter o visitante em lead e o lead em matrícula;
    • Permite publicar vários formatos em um só lugar: textos, vídeos e imagens.

     

  4. Crie conteúdos de valor

    Não publique só sobre seus cursos, mas também crie informações de valor, ou seja, que ajudem sua persona a sanar alguma dor. Não necessariamente precisa ter a ver com os serviços que a escola oferece, por exemplo: um vídeo explicando como se preparar para o vestibular, um texto falando sobre educação bilíngue.

  5. Monitore os resultados

    Como já mencionamos, poder mensurar os dados é uma das grandes vantagens do marketing digital para a instituição de ensino. Defina as métricas, de acordo com cada objetivo, e analise com regularidade para saber os resultados que está obtendo e poder fazer os ajustes necessários na estratégia.

  6. Reforce o relacionamento com os alunos já matriculados

    Manter os alunos já matriculados também precisa fazer parte do seu planejamento. Incentive os clientes a avaliar sua escola nas redes e interagir nos posts; faça chamadas para ação nos conteúdos e use esses feedbacks para novas ações.

 

Por: Equipe ZOOM education