Por que o Jornada Z é uma solução "maker com propósito"? - ZOOM Education

Por que o Jornada Z é uma solução “maker com propósito”?

Professores no centro da sala de aula, alunos enfileirados e em silêncio, um quadro verde preenchido com conteúdos ou, no máximo, uma apresentação em PowerPoint: durante muito tempo esse foi o cenário encontrado nas escolas. 

No entanto, essa realidade há muito tempo deixou de atender às expectativas da sociedade, afinal, as transformações culturais e o desenvolvimento tecnológico acabaram contribuindo para que houvesse uma mudança no perfil dos estudantes.

As mudanças no mercado de trabalho também acabam refletindo nas expectativas dos alunos em relação ao ambiente escolar. É muito provável que os jovens de hoje trabalhem em profissões do futuro, que ainda não existem.

Hoje em dia, os recursos tecnológicos disponíveis fizeram com que o acesso ao conhecimento ficasse mais democrático. Nesse contexto, a cultura maker tem ganhado cada vez mais espaço, incentivando os jovens a “colocarem a mão na massa”.

Esse novo perfil apresentado pelos estudantes demanda que as escolas e os educadores procurem novas opções de metodologias pedagógicas e sistemas de ensino que priorizem os alunos como os protagonistas do processo de aprendizagem.

Nesse cenário, um programa educacional como o Jornada Z, que coloca o aluno como um personagem ativo do processo de ensino, acaba sendo a melhor alternativa quando se fala no futuro da educação.

Quer saber mais sobre quais soluções educacionais são indicadas para promover uma preparação completa dos jovens para o futuro? Então continue acompanhando a leitura deste artigo e saiba mais sobre:

  • O que é e como funciona o programa Jornada Z;
  • Como o Jornada Z oferece uma visão sistêmica do ensino;
  • A importância de uma aprendizagem ativa para os estudantes;
  • Como o Jornada Z fornece uma experiência maker única no mercado.

Jornada Z: programa educacional baseado no aprender fazendo

O programa educacional Jornada Z, desenvolvido pela ZOOM education for life, tem como principal objetivo desenvolver nos jovens as principais habilidades e conhecimentos para que eles possam viver em uma sociedade cada vez mais exponencial.

O programa coloca o aluno como o protagonista do processo de ensino-aprendizagem, como defende a aprendizagem ativa. Além disso, o Jornada Z traz uma visão sistêmica diferenciada, em relação à perspectiva de uma atividade maker por semana.

Durante as aulas, os estudantes sãos estimulados a uma série de atividades que possibilitam reflexão, observação, registro, pesquisa, comparação, argumentação e levantamento de hipóteses sobre diferentes temáticas.

Nesse cenário, é possível observar uma evolução significativa e ativa no desenvolvimento desses alunos, tanto no campo educacional quanto no campo socioemocional.

Principais etapas do programa Jornada Z

O Jornada Z cria nas escolas um ambiente holístico, que possibilita a compreensão dos fenômenos que englobam o processo de ensino-aprendizagem em sua totalidade, o que facilita a solução de possíveis problemas.

O programa educacional desenvolvido pela ZOOM education é dividido em etapas cada vez mais abrangentes e progressivas, que envolvem os Ensinos Fundamental I e II:

  • Story

Durante o primeiro e o segundo ano do Ensino Fundamental, os alunos que participam do programa realizam os primeiros contatos com as principais tecnologias mecânicas e computacionais. 

Os estudantes realizam atividades como a montagem de máquinas simples e suas combinações, além de atividades maker com cartonaria. Nessa etapa também são iniciadas as primeiras ideias e brincadeiras em programação e robótica, com o uso de storytelling, jogos e situações-problema para resolução em grupo.

  • Coding

A etapa do Coding é iniciada nas turmas do terceiro ao quinto ano. Durante essa fase ocorre a introdução dos estudantes ao pensamento computacional e à programação por blocos. 

Os alunos têm contato com a automatização de montagens STEAM por meio da programação de robôs que são equipados com sensores e uso de papercraft. O Coding promove ainda a introdução dos alunos aos desafios computacionais e aos torneios de robótica.

  • Project

Os alunos do sexto e do sétimo ano fazem parte da etapa que é conhecida como Project. Nessa fase do programa Jornada Z, os estudantes participam de projetos que estimulam a criação de estratégias para resolução de problemas.

Essa metodologia possibilita que os estudantes tenham uma atuação ativa, direta e produtiva a respeito das questões que envolvem temas como robótica e dimensões da inteligência urbana.

  • Life

Na última fase do programa, Life, os estudantes do oitavo e do nono ano são incentivados e desenvolverem uma percepção individual da vida e um olhar sobre as questões coletivas e mundiais. Desse modo, esses alunos são direcionados a tomarem as melhores decisões para o futuro: deles mesmos e da sociedade em geral.

Jornada Z proporciona uma experiência maker diferenciada

O programa Jornada Z se difere de outros sistemas de ensino disponíveis no mercado porque prioriza o aluno como protagonista e o incentiva a aprender fazendo em todas as etapas do processo de aprendizagem.

Além disso, esse programa desenvolve habilidades e capacidades como: proatividade, pensamento crítico, responsabilidade, autonomia, empreendedorismo e noções em temas que serão muito cobrados no futuro (robótica e programação). 

Apesar das inúmeras vantagens que esse tipo de sistema de ensino pode trazer para as escolas e para os alunos, é natural que mudanças como as propostas possam gerar dúvidas e incertezas entre os profissionais envolvidos. 

Por esse motivo, é importante procurar a orientação de uma equipe que seja experiente e especializada no desenvolvimento de soluções educacionais.

ZOOM education for life – Excelência em Soluções Educacionais

A ZOOM education atua no desenvolvimento e na implementação de soluções educacionais inovadoras, com o objetivo de promover o desenvolvimento integral de crianças e jovens.

Os programas desenvolvidos trabalham na perspectiva de um sistema educacional que é pautado na metodologia do “aprender fazendo”. Ou seja: os estudantes colocam a “mão na massa” e participam ativamente das aulas.

Além disso, a ZOOM valoriza as atividades que possibilitam o trabalho em equipe e o planejamento e a execução de projetos, que facilitam o desenvolvimento de competências e habilidades que são essenciais para a vida dos alunos.

Por: Zoom Education

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.