Férias: Brincar, aprender e se divertir - ZOOM Education

Férias: Brincar, aprender e se divertir

Powered by Rock Convert

Após um ano com várias atividades voltando para a modalidade presencial, inclusive as escolas, chegou a época tão aguardada: férias. Esse período é muito esperado pelas crianças e pode ser uma ótima oportunidade para reunir a família e rever amigos queridos. Pensando na melhor forma de aproveitar, separamos algumas dicas de atividades para conectar a família e os amigos. 

Que tal fazer uma caixinha de lembrança das férias? A garotada pode se aventurar a produzir uma caixa de memórias somente entre os amigos ou também optar pela produção em família. A ideia é separar uma caixa (do tamanho de sua preferência) que caiba os itens que serão guardados. Convites de aniversários, desenho das crianças feito na escola, cartinhas escritas em datas comemorativas, a escrita do primeiro nome, o carimbo do pezinho em uma atividade escolar, desenho feito em família, fotos, algumas roupinhas de bebê, lembrancinhas da escola são alguns exemplos do que pode compor a caixinha das lembranças. O objetivo é envolver a família tanto na confecção da caixa quanto na escolha dos itens para guardar. 

Uma alternativa a caixinha de lembranças das férias é a produção de um caderno de perguntas e respostas. É simples: separe um caderno (com ou sem pauta), a primeira folha é destinada ao nome da criança, mês, ano e uma decoração. A pergunta deve ser colocada no alto de cada folha e a resposta (escrita ou desenho) logo abaixo. A seguir algumas sugestões de perguntas/frases que podem ser adaptadas de acordo com a idade: 

  • Qual a comida preferida da cantina da escola? 
  • Que dia foi o mais legal da escola? 
  • Qual passeio em família foi o preferido?
  • Escolha uma obra de arte e faça a releitura. 
  • Desenhe você no futuro. 
  • Represente/escreva algo que te faz sorrir 
  • O que você faria se fosse a mamãe ou o papai por um dia? 
  • Qual frase você mais gosta de ouvir? 
  • Qual foi a palavra mais estranha que já ouviu? 
  • Seu emoji preferido é? 
  • Que poder você gostaria de ter? 
  • Como você imagina uma casa mágica?
  • Qual a sua brincadeira preferida no recreio da escola? 
  • A atividade mais legal realizada em família foi? 
  • Escreva uma manchete de notícia engraçada 

A contação de histórias também é uma boa pedida. Graças aos recursos tecnológicos cada vez mais acessíveis, podemos registrar mais e mais momentos. Escolha uma história e leia para a criança ou peça que ela leia. Sugira que seja feita um reconto da história dando um toque pessoal na narrativa. Grave com um celular. Oportunize que seja regravado, se a criança assim o desejar. 

Já pensou em escrever uma história em quadrinhos a partir desse reconto? Utilize folha A4, lápis de colorir, canetinha, lápis de escrever, tinta e o que mais a imaginação permitir. Auxilie na organização da história pensando em um início, desenvolvimento e desfecho. Do papel a história em quadrinhos pode ir para o computador. Há várias plataformas que permitem a criação gráfica das HQ’s como o Adobe Creative Cloud Express (https://www.adobe.com/br/express/create/comic-strip). Comparar o desenho em papel com a versão digital é muito divertido. 

Outra proposta que costuma ser sucesso é um teatrinho em família. A história lida, recontada e escrita em HQ pode ser o fio condutor para a encenação. Preparar um cenário bacana, usar fantasias, confeccionar adereços para o teatro é uma excelente oportunidade para estreitar os laços entre as pessoas envolvidas, seja amigos ou familiares. Dependendo da quantidade de pessoas é legal dividir as atribuições: responsável pela sonoplastia, mudança de cenário, dirigir a peça e gravar são algumas sugestões para deixar a apresentação mais acolhedora e próxima do real. 

O podcast ganhou a preferências dos brasileiros. Encontramos de todos os gostos. Para as crianças não poderia ser diferente. Já pensou em ouvir uma deliciosa história junto com a criançada? Há opções para quem curte uma história mais longa e também para aqueles que preferem uma história menor. Algumas opções: Conta pra mim? (Thiago Queiroz e Fafá Conta); Histórias de ninar para garotas rebeldes (Ju Wallauer); Vem ouvir essa história (Thaís Marouka da Silva) e Era uma vez um podcast (Carol Camanho). 

Já pensou em conhecer vários lugares sem sair de casa? O tour virtual por diversos museus espalhados pelo mundo é uma iniciativa que surgiu durante a pandemia em face às medidas restritivas de circulação. A Secretaria Municipal de Educação da cidade de São Paulo reuniu trinta opções de museus para fazer um tour online que pode ser acessado aqui (https://educacao.sme.prefeitura.sp.gov.br/noticias/30-museus-virtuais-para-voce-visitar-sem-sair-de-casa/ ). 

Uma brincadeira que vai além das férias e não requer muito tempo é a dinâmica do segredo e segredo ruim. A psicóloga infantil Leiliane Rocha, no seu perfil do Instagram (https://www.instagram.com/p/CWTjZpaPPyO/?utm_source=ig_web_copy_link), fez uma publicação explicando o passo a passo. Vale a pena conferir visto que um dos maiores desafios dos pais atualmente é estabelecer uma relação de confiança saudável com os filhos, deixando-os à vontade para compartilharem as experiências boas e ruins. 

As férias merecem ser divertidas e descontraídas. Assim como nós, as crianças também cansam e precisam descansar. Cabe a cada um que dividirá esse período com eles fazer um pouquinho para proporcionar momentos divertidos e recheados de alegria. A todos nós: boas férias! 

Por: Vanessa Maganhoto

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.