Ensino de programação à grade curricular de sua escola?

Por que você precisa incluir o ensino de programação à grade curricular de sua escola?

Em mundo cada vez mais permeado pelos avanços digitais, a aproximação com o universo tecnológico – e seus saberes – é inevitável. Essa é uma das razões pelas quais a adoção do ensino de programação como parte da grade curricular da sua escola precisa ser levada em consideração. Você já pensou a respeito desse assunto?

Se você faz parte do grupo de educadores que ainda tem alguma dúvida sobre adotar ou não essa disciplina, principalmente em etapas mais iniciais da aprendizagem, sua ideia vai mudar agora! Acompanhe esse texto até o final para conhecer um pouco melhor as vantagens de fazer essa opção e tenha segurança para tomar uma decisão que será benéfica tanto para os
seus alunos, quanto para a sua instituição de ensino. Confira:

Aprender na base da brincadeira

Existem alguns jogos direcionados para as fases mais iniciais da educação, principalmente, e que trabalham com a linguagem de programação de maneira lúdica: a criança aprende noções básicas de programação enquanto se diverte, tentando passar fases ou criando atalhos e soluções que dependem de sua criatividade – e, claro, do raciocínio lógico. Essas são ótimas ferramentas também para serem trabalhadas de maneira lúdica e interdisciplinar, como o ensino de programação associado aos conteúdos de Matemática.

Ensino de programação é ciência!

Ao observar, pesquisar e buscar as soluções para os problemas dispostos em uma aula de programação, o aluno aplica os princípios básicos da pesquisa científica. É a construção do conhecimento em seu estado bruto, com a participação ativa do estudante e que gera resultados gratificantes a cada etapa conquistada. O aluno percorre todos os caminhos do conhecimento e vê a materialização do seu trabalho, o que se torna estimulante para o processo de ensino de uma maneira geral (em outras disciplinas, inclusive).

Estimula o trabalho em equipe

Assim como em outras áreas do conhecimento, o ensino de programação permite a troca constante de informações entre os alunos, a simulação de hipóteses construídas com base nos conhecimentos adquiridos, a aplicação de soluções sugeridas por colegas de classe e, em trabalhos mais encorpados, a apresentação de um produto final produzido em equipe. A interação é essencial no desenvolvimento de projetos de programação nas escolas (e também no mercado de trabalho).

Ensino de robótica nas escolas

Não é só lógica, é criatividade também!

Para além das equações numérico-matemáticas, as linhas de programação também exigem que o aluno use de sua criatividade para encontrar respostas para os problemas que possam surgir, desenvolver soluções inovadoras e buscar caminhos inéditos para que possa colocar em prática tudo o que planejou. Além disso, o ensino de programação também incentiva a autonomia e faz com que os alunos explorem todas as suas capacidades – alunos que nunca pensaram em programar, por exemplo, podem se identificar de imediato com a disciplina! Oferecer a oportunidade de entrar em contato com um novo tipo de conhecimento e
despertar habilidades até então desconhecidas é uma das diversas (boas) possibilidades nesse horizonte.

Pode começar como atividade extracurricular

Uma maneira interessante de começar a tomar contato com os conteúdos propostos no ensino de programação, e trazê-lo para o ambiente escolar de maneira tranquila e planejada, é inseri-lo como atividade extracurricular. Ou seja, os estudantes podem participar das aulas de programação no contraturno das aulas, ou ainda, em algum horário especial disponibilizado pela escola. Dessa maneira, os alunos que já apresentem algum interesse pela temática irão procurá-la – e esses podem ser a melhor propaganda para a disciplina que a escola pode ter! Isso mostra que adotar o ensino de programação na escola é bom não apenas para o aluno, mas para a instituição de ensino também.

Professores são mediadores

Nas aulas com foco no ensino de programação, o professor não irá entrar em sala com um livro na mão, um conteúdo expositivo e uma lista de tarefas para serem realizadas. Essas são aulas que partem da construção coletiva de conhecimento, na qual o professor tem o papel de mediador, com objetivo de facilitar o aprendizado e motivar as descobertas dos alunos. Além disso, o professor de programação também irá conduzir os trabalhos de forma a estimular a organização, o cumprimento de prazos e a distribuição de tarefas entre os membros da equipe – habilidades que certamente serão muito úteis ao longo da vida!

Melhor desempenho nas outras disciplinas

Investir em aulas de programação estimula o raciocínio lógico, a interatividade e a troca de experiências. Mas, para além dos benefícios trazidos aos próprios alunos, os ganhos para a grade curricular como um todo são expressivos. Trabalhado de maneira interdisciplinar, o ensino de programação contribui para o crescente interesse em outras áreas do conhecimento e pode até acabar com alguns temores famosos, como o “medo” que alguns alunos têm da Matemática.

Mercado de trabalho do futuro

Do futuro não, de agora! Já existe uma defasagem na oferta de profissionais na área de programação no Brasil e investir no ensino de programação é uma forma de incentivar a formação de futuros programadores. O mercado de trabalho já é grande e mesmo assim segue em expansão. Em função disso, a educação focada em tecnologia incorporada à grade curricular será um dos maiores diferenciais das escolas dentro de pouco tempo. Acredite nisso!

Busque parcerias

É importante saber que você não precisa fazer isso sozinho! Investir no ensino de programação é um desafio, porém, o retorno é muito gratificante. Procurar parcerias com grupos que ofereçam soluções educacionais nessa área é o caminho mais indicado para quem pretende implementar a programação na grade curricular de sua escola. Além garantir que o processo seja construído por quem tem domínio no assunto, a tendência é que os resultados apareçam de maneira mais rápida.

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário abaixo! Vamos compartilhar e trocar informações! Até a próxima!

Powered by Rock Convert
Por: admin

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.