Oito mitos sobre a alfabetização - ZOOM Education

Oito mitos sobre a alfabetização

Existe só um método eficiente para a alfabetização? As crianças aprendem a ler e escrever sozinhas? Nós esclarecemos todos os mitos sobre a alfabetização aqui.
As crianças não devem acessar livros até que aprendam a ler.
Não é porque eles não dominam a leitura que não podem acessar os livros desde cedo. É importante que eles estejam expostos a um ambiente alfabetizador e que além de copiarem e repetirem sílabas possam refletir sobre o sistema de escrita com base nos textos que visualizam nos livrinhos infantis.
Só existe um método eficiente de alfabetização.
Não há evidências de que haja uma única maneira para ensinar leitura e escrita. Mais importante do que definir um padrão para ser seguido é dominar as fundamentações teóricas e saber traduzi-las em uma prática adequada à realidade dos alunos. A alfabetização se dá por meio do processo aplicado pelo professor que alfabetiza.
Todas as crianças passam pelas mesmas fases.
O desenvolvimento dos alunos não ocorre de maneira uniforme e é por isso que o professor precisa ter sensibilidade no olhar e boa formação para enxergar a dificuldade e o tempo de cada aluno. Assim, o processo de alfabetização torna-se dinâmico, e por isso necessita ser reavaliado constantemente.
As crianças aprendem a ler e a escrever sozinhas.
Apenas descobrir o sistema de escrita não é suficiente para que a criança aprenda a utilizá-lo. Elas constroem o conhecimento a medida que convivem com a língua em seu dia a dia, e são orientadas nesse processo.
Se a criança lê um texto com fluência, ela é capaz de entendê-lo.
Ler não é compreender. Compreender é um segundo passo e envolve vocabulário rico e conhecimento de estruturas sintáticas mais complexas do que aquelas que são ditas. A memória auditiva e a capacidade de manter o foco e atenção também são necessárias.

Powered by Rock Convert
Por: ZOOM education for life
One Comment